Pezinhos da amiga

Tenho 25 anos, sempre gostei de pés femininos, desde que me lembro… sou um podolatra, porem nao gosto nada disso de chule, sujos, apanhar etc… apenas a beleza deliciosa dos pezinhos lindos. Sou casado e minha esposa também tem pés lindos, que eu cuido como ninguem… mas essa fascinação é demais, nao consigo deixar de reparar e de me “apaixonar” por outros pares de pezinhos lindos… mas vamos a minha historia

Essa amiga, casada também, que chamarei de rafaelle, tem 18 anos e começou a trabalhar em outra loja, já despertando ali minha atencao para sua beleza e lógico os pezinhos ma-ra-vi-lho-sos, dos mais bonitos que ja vi… ela veio trabalhar conosco em nossa empresa e por dessas coisas do destino ela e eu tivemos uma identificação, uma afinidade assim instantânea, um certo tipo de paixão assim de fogo, carinho sei la, da minha parte mais ainda por causa daquelas coisas lindas que ela insiste em desfilar todos os dias ;)… eu nao iria nunca imaginar que amando tão profudamente minha esposa como eu amo poderia acontecer assim uma atração dessas comigo… começou naqueles pezinhos mas certamente se tornou mais do que isso, uma coisa de fogo no corpo todo… mas eu nunca tive vontade e mesmo com essa atração doida nao estou disposto a trair meu amor tendo relação com outra pessoa… mas os pezinhos… isso eu nao condigo resistir…

Um dia fui ajudar a rafa na casa dela com um serviço, para meu desespero, pois sabia que ficaria sozinho com ela, explodiria de vontade de fazer carinho nela e naqueles pés lindos sem poder, só nao sabia o que aconteceria depois… ela sabia do meu fetiche por pés, inclusive pesquisava material na net e tal, eu nao sabia se era porque ela sabia que eu gostava, ou se ela também gostava disso de pezinhos. Bom o fato de ela comentar sobre os pezinhos, dizendo como eu gostava deles, ja me deixava extremamente atraído por ela. Sentei-me no sofá e ela numa cadeira em frente a mim.

Eu fui fazer o serviço e ela foi tomar um banho… quando ela voltou eu ja tinha terminado, estava no sofá esperando. Ela estava com uma sandália rasteirinha prateada que eu mesmo tinha dado de presente no natal… obviamente com as maiores segundas intenções possiveis, sabia que ela ia adorar a sandália e ia usar muito ela no dia-a-dia. Eu elogiei novamente os pezinhos dela, tamanho 35, esperando obviamente que ela me mostrasse eles, desse pra mim pra ver como estavam as sandalias etc… o pé dela é branquinho, delicado, lindo… os dedinhos são perfeitos, as solinhas mais macias e delicadas que ja tinha visto, enfim, uma perdição para mim.

Ja era fim de tarde, eu desconfiava que ela estaria com uma dorzinha neles por estar de pé a maior parte do dia… quando ela levantou os pezinhos para eu ver a sandalia eu peguei ele delicadamente, elogiei a sandalia assim acariciando ja o pezinho e vi que ela estava me olhando assim como se gostasse muito da situacao.. eu tirei a sandalia com a maior naturalidade e comecei a acariciar suavemente, fazendo uma massagem que a deixou doida, pois realmente estava precisando. Nesse momento ela tirou algumas coisas que estavam em cima do sofá e sentou junto comigo, colocando os dois pezinhos descalços no meu colo, encostando aquele pé lindo no meu penis, que a essa hora já estava pra explodir dentro da calça… ela percebeu isso e deu uma risadinha safada, mas nao falou nada.

Eu continuei a massagear os pezinhos, que estavam super limpos e cheirosos, imaginando que deveriam estar deliciosos também, assim como o resto todo daquele corpo delicado e delicioso. Fomos conversando sobre varias coisas, inclusive pés… e eu fui me acomodando no sofa, colocando cada vez mais os pezinhos dela perto do meu rosto, esperando que ela os puxasse de volta, mas isso nao aconteceu. Nao sei o que me deu mas nao tive como aguentar, dei um beijo bem delicado no dedo dela, um em cada dedinho, com os olhos fechados, como assim se apaixonando por aqueles pezinhos mesmo… comecei a chupar aqueles dedinhos, vi que ela ja estava primeiro com olhos de surpresa, mas meio que com desejo, depois fechou, fazendo cara de satisfação…

Ai foi aquela coisa deliciosa de sempre, fiquei lambendo e chupando os pezinhos dela, com muita suavidade e paixão, primeiro os dedinhos, entre os dedinhos… no que ela deixou escapar um pequeno gemido.. depois fiquei lambendo e beijando as solinhas dos pés, dando pequenas mordidinhas que ela tambem adorou… aos poucos ela foi se soltando, talvez gostando de verdade de ter um homem assim dessa forma aos seus pés, se sentindo dominadora… ela tirou os pezinhos das minhas maos e começou a me dar eles sozinha, passando em todo meu rosto, no meu peito aquelas coisas maravilhosas… nossa como estava delicioso aquela pequena sessaozinha de prazer com os pés.. ela estava com tanto desejo e excitação que começou a falar pra mim… “chupa esse pezinho que vc tanto adora vai, lambe gostoso… morde ele… é isso que vc queria… ficava vendo eles querendo isso?… agora chupa seu safadinho, chupa gostoso esse pezinho que vc tanto queria…”…

Quando eu estava me deliciando com aqueles pezinhos ela me disse que iria gozar pra mim… tirou a calcinha, revelando aquela xaninha deliciosa totalmente molhada de gozo, de excitação e começou a se masturbar da forma mais deliciosa que poderia imaginar… foi algo assim lindo demais… eu comecei também, passando aqueles pezinhos lindos no meu pau que a esta hora furaria uma parede de concreto… chupando um pezinho e passando outro no meu pau… ela gozou silenciosamente, pois estavamos cercados de vizinhos.. .mas vi em seu rosto que se ela gritasse naquele momento seria aquele grito de gozo mais delicioso que existe… pedi pra ela virar de bruços, com as solinhas dos pés para cima… continuei lambendo eles e me masturbando até que juntei os pezinhos e gozei neles, talvez o maior gozo que ja tive… ela achou o maximo, nunca ninguem tinha feito isso com os pés dela, adorados dessa forma…

Me lavei no banheiro, demos um beijo super apaixonado e fui embora sozinho… pensando naquilo tudo que tinha feito… para a minha felicidade ela era muito madura pra idade dela e até porque já tinhamos um papo super sincero encarou aquela experiencia como ela realmente era… apenas uma experiencia, um tempo legal, um carinho entre pessoas que se gostam… delicioso carinho…

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Follow

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: