Os pés de Mariana

October 9, 2010

Vou contar uma história que realmente aconteceu, pode até parecer besta mas, para quem curte uns pezinhos qualquer ato real é muito válido.

Não sei bem ao certo desde quando comecei a me interessar por pés, mas na adolescência é que se desperta nosso fetiche. Eu estava no colégio ainda, tinha meus 16 anos (hoje tenho 27 já) e minha amiga mais próxima era uma gordinha chamada Mariana. Pelo fato dela ser gordinha os outros meninos não davam muita atenção pra ela, mas eu a adorava, ela era completamente

desbocada, falava palavrão de monte e estava comigo em tudo o que eu aprontava. Era um colégio de freira rsss

Bom, sempre via Mariana de tenis, calça e camisa, o uniforme do colégio naquela época, mas eu tinha um tesão enorme em imaginar

como seriam os pés dela e o cheirinho que eles tinham…e isso me rendia altas punhetas. Para minha sorte, tivemos um trabalho em dupla e ela falou pra eu passar na casa dela durante a tarde (morávamos até que próximos).

Era um dia que estava bem quente… fui então à casa dela. Chegando lá, pra minha surpresa, eu vejo uma outra Mariana…de shorts, top e…havaianas. Não tenha dúvida que meu olhar foi automaticamente para os pés dela… como eram lindos, fofinhos, bonitos e bem cuidados.

Entramos e ficamos conversando no sofá e eu não tirava os olhos daqueles pezinhos, morrendo de vontade de toca-los… Mas, eu sabia que seria

impossível e qualquer ato eu poderia acabar com a amizade e comprometer investidas futuras rss Não bastasse já estar vendo aquelas

maravilhas ela, ou ficava balançando as havaianas no pezinho ou ainda mexendo nos dedos com a mão… imaginem a situação do meu pau nessa

hora que já estava explodindo em minha calça rsss

Enquanto conversávamos tocou o telefone, que ficava numa outra sala, e ela então foi descalça atender… foi aí que não tive dúvida, rapidamente

peguei o chinelo dela (havaiana rosinha) e ja fui logo cheirando… que odor agradável, um chulezinho adocicado, muito gostoso, uma delicia. E

não fiquei por ai, percebi que o papo dela ia demorar um pouco e tirei meu pau que ja estava babando e esfreguei deliciosamente nos

chinelos dela, fiquei fazendo isso uns 5 minutos até que percebi que ela já ia desligar o telefone; aí então coloquei o pau dentro da calça novamente,

a havaiana dela no lugar e fiquei como se nada tivesse acontecido. Assim que ela voltou ela calçou o chinelo, que devia estar ainda

quentinho do calor do meu pau… eu não aguentei e fui ao banheiro, onde gozei muuuuuuuito e saí de lá completamente aliviado.

Fizemos o trabalho e fui embora pensando na tarde muito boa que eu tive.

Como eu disse, o fato de ver e tocar em algo relacionado aos pés das nossas musas já satisfazem quem realmente aprecia um belo pezinho.

E o que aconteceu comigo e Mariana depois disso? Talvez em outros contos eu relate por aqui…


As melhores sessões podo

October 9, 2010

08/08/2003 – comecei a desenvolver a minha tara por pés pela primeira vez numa casa de massagem, perto de uma lanchonete…em vez da massagem tailendesa, pedi pra ela fazer massagem com os pés…quando pediu pra eu deitar de barriga pra cima e começou a passar os pezinhos no meu rosto, fiquei excitado e comecei a beijá-los…sem contar que ela deslizou os pezinhos no meu pau e nas bolinhas…demoreu pra gozar, mas fiquei beijando seus pezinhos até o gozo…

07/05/2004 – a aventura com uma tal de isa…pedi pra ela me esperar deitada na maca enquanto tomava a ducha…chegando, fiquei acariciando e brincando com seus pezinhos…depois, o resto da brincadeira foi no chão…daí, beijei e cheirei seus pezinhos…quando ela se deitou de bruços, quando cheirei os dedinhos que estavam suados, o pau endureceu e ficou nisso até gozar…depois, a gente ficou conversando sobre podolatria e fiz uma massagem nos pés da morena…

04/08/2005 – numa outra casa de massagem, fiz sessão de podolatria com uma tal de bruna…ela não tinha um rosto tão bonito, mas tinha pezinhos lindos e excitantes…pedi pra ela me esperar sentada na maca enquanto tomava uma ducha…quando voltei, ela tava descalça me esperando…fui beijando seus pezinhos e ela gemia…ela esfregava as solinhas no meu rosto também…a melhor parte foi no chão, quando ela ficou esfregando as solinhas e ficou assim até eu gozar…depois, a gente ficou conversando sobre podolatria e fiz massagem em seus pés…

03/04/2006 – fiz sessão de podolatria com uma tal de mel…só tinha ela no momento, mas percebi que tinha pezinhos lindos e delicados…não tinha noção da delicadeza dos pezinhos…fiquei admirando-o por um bom tempo, beijando-os, cheirando-os, acariciando-os…gozei quando ela ficou esfregando as solinhas no meu rosto…ainda fiz uma massagem naqueles lindos pés…mas acabei beijando de novo seus pezinhos e chupando seus dedinhos…e gozei novamente…

08/06/2007 – certo dia, no ano retrasado, fiquei com vontade de ter uns pezinhos em meus lábios…e o dia estava quente…pois bem, parei numa casa de massagem que ficava no centro da cidade…e lá estava a bruna, uma massagista com quem havia saciado minha tara por pés numa outra ocasião…ela estava de tamanco, humm…uma observação…ela sentia tesão nos pés…quando subimos pro quarto, pedi pra me esperar sentada na maca com as pernas cruzadas enquanto tomava uma ducha antes da sessão…quando cheguei ao quarto, ela, sentada na maca e com as pernas cruzadas, tirou os tamancos soltando-os dos pezinhos e se deitou de bruços, dizendo: ‘meu pé tá fedidinho’…dei uma cheirada, que me deixou de pau duro na hora…era um cheiro de suor, mas não era chulé…disse pra ela: ‘não está não’…e ela retrucou: ‘é por causa do tamanco’…fiquei cheirando e beijando seus pezinhos e ela, gemia de tesão…ela virou e esfregou as solinhas no meu rosto e continuei cheirando e beijando seus pezinhos…de lá, fomos pro colchonete, no chão…e pedi pra ela ficar deslizando os pezinhos sobre o meu rosto e ficava gemendo de tesão…pra finalizar, ela fez um footjob em mim com um pé…enquanto beijava o outro…ficamos assim até eu gozar…essa foi uma das sessões de podolatria mais rápidas que fiz, porém, uma das mais excitantes…


Pezinhos da secretaria

October 9, 2010

Olá, acho que é uma das melhores coisas que aconteceram comigo, leiam, fizemos umas mudanças na minha empresa muitos cortes redução de custos brutal, então passei a dividir minha sala com minha secretaria, na ultima hora ela teve que mudar de cidade então tive que contratar outra em caráter de urgência, nem fiz entrevista a primeira que apareceu e tinha noção do serviço eu contratei por coincidência e ainda bem ela é bonita, tem os cabelos avermelhados um pouco abaixo dos ombros, rostinho de menina, pele bem branquinha, uma voz linda um sorriso encantador e belas pernas, só que me reservava algo melhor ainda seus pés são lindos, ela só trabalhou uma vez de sapato fechado pra minha sorte, como nossas para melhorar o espaço ficou ao meu lado, eu as vezes me perco olhando para seus pés, só que de uns tempos pra cá ela passou a perceber meus olhares e passou a vir de chinelinhos de couro, sandálias transparentes ficava com os pés soltos no ar balançava eles bastante, eu estava achando que ela por estar mais a vontade passou a ficar mais descontraída, mas pra minha sorte não era ela estava era se exibindo e passou a mexer comigo com aquele jeitinho sapeca, brincava com os pés no ar e eu só olhando as vezes eu a via sorrindo de cabeça baixa, mas não conseguia esconder meu desejo, pois seus pés são verdadeiros achados, unhas bem feitas, tornozelo macio, dedos maravilhosos, mas vamos aos fatos. Um dia deste eu dispensei os funcionários no período da tarde pois estava um dia muito calmo véspera de feriado, solicitei que ela ficasse um pouco mais pois precisávamos terminar uns relatórios, coisa simples logo depois das 14:30 acabamos e eu a dispensei também, disse que ficaria um pouco mais pois iria aproveitar para por a agenda em ordem, ela estava linda com uma saia que deixava suas curvas bem realçadas e suas pernas estavam suculentas neste dia, ela arrumou suas coisas se despediu e saiu, logo eu escutei um barulho e um leve gemido, eu sai e a vi caída com a mão nos tornozelos, ela disse que torceu o pezinho, eu a peguei no colo levei pro sofá de espera a deitei e comecei a apalpar sua perna, até então eu estava preocupado com ela, até que ela me perguntou: _ Porque você olha tanto para meus pés ?_ Eu todo sem graça disse a ela que os achava muito bonitos e que admiro muito esta parte do corpo feminino, minhas mãos já estavam massageando eles. Ela então pediu que eu sentasse no sofá colocou seus pés sobre minhas pernas com as perninhas entreabertas, dava pra ver sua calcinha, e começou a pressionar meu pênis, lógico que ele já tava duro, ela então sorriu e disse: _ nossa!!! Você gosta mesmo, hein. Começou então algo que eu nunca esperava, ela apertava com os pés meu pau sem parar e com os olhinhos fechados eu comecei a ficar doido de tanto tesão, então levantei os pés dela pra poder tirar meu pau pra fora, ela forçou a perna pra baixo e disse, quem manda aqui sou eu, fica quieto, com autoridade até me assustei pois nunca havia acontecido comigo isto, ela então se levantou ficou na minha frente, levantou a perna e começou a esfregar ele em mim, no meu pau, no meu peito se apoiou na parede e começou passar ele na minha cara eu escorreguei pelo sofá pra facilitar ela passava aquele lindo pé pelo meu rosto eu comecei a beijá-lo a passar minha língua por entre seus dedos, eu estava possuído de tesão, ela mandou que eu me deitasse no chão, e ficou em pé com a buceta bem na minha cara, eu delirava, comecei a subir minhas mãos por suas pernas ela gemeu depois mandou que eu parasse, eu continuei ela então colocou o pé sobre meu rosto, enfiou o pé dentro da minha boca, eu delirei, ela abaixou sua saia e a tirou ficou só de calcinha que visão eu estava tendo ela sentou no meu rosto a calcinha estava molhadinha eu comecei a morder sua bucetinha ela gemia baixinho eu afastei sua calcinha e comecei a chupá-la, enfiava minha língua dentro de sua rachinha, ela começou a gemer mais alto e rebolar mais rápido eu apertava minha língua no seu clitóris ela endoidou sentou no chão então eu me virei e enfiei minha cabeça no meio das suas pernas e comecei a chupá-la como louco ela gemia e pedia: chupa mais isto enfia esta língua dentro de mim suas pernas envolveram meu corpo e chupava mais, minhas mãos acariciavam seus seios sobre a camiseta eu descia minha mão até sua bunda, é lisinha eu a levantei e comecei a acariciar seu cuzinho, mas não parava de chupá-la até que ela soltou um grito e tremeu toda tentou sair mas eu a prendi e ela gozou longamente, quase eu gozei só em vê-la, foi lindo. Eu ainda estava todo vestido ela pediu que eu me sentasse e tirasse minha roupa, fiquei nu ela então me deitou no chão e começou a massagear meu pênis com seus pezinhos eu estava quase gozando pois era muito gostoso, seus pés são macios estavam frios e em contato com meu pau em brasa estava me matando de tesão, eu disse a ela que não ia resistir por muito tempo, ela me respondeu problema é seu quer ficar sem o principal, então se virou e começou a beijar minhas pernas, minha virilha ela passava a língua e olhava pra mim com a cara mais safada do mundo ela então passou a língua no meu saco e pra minha surpresa ela foi descendo a língua levantou minha cintura e passou a língua no meu cu, eu tremi todo ela riu e enfiou a língua dentro do meu cuzinho e quase tive um troço de tão gostoso,ela então se levantou e começou a enfiar seu dedinho do pé no meu cu, foi divino, eu quase desmaiei de tanto tesão ela quase que me chutava desse jeito então tirou o pé me pediu uma camisinha colocou no meu pau e sentou, juro que não sei como consegui não gozar naquela hora, ela então começou a rebolar rápido, subia e descia com rapidez e violência era muito bom e dizia embolado umas palavras que eu não entendia, cravou as unhas no meu peito e rebolava muito, e dizia mete meu macho, mete na sua mulher mete eu subia e descia o quadril mas não acompanhava a velocidade que ela tava eu então grudei no cabelo dela e gozei mas ela não parava eu gozando e continuava pois estava muito gostoso, ela rebolava e começou a me apertar mais meu peito tava ardendo mas ela não parava então explodiu num gozo fenomenal, soltou um grito e caiu sobre meu peito, começou a me beijar só os beijos dela me mantinham com o pau ereto, nós então rolamos eu fiquei sobre ela e comecei a meter sem parar, agora era eu quem comandava ela pedia, mete mais mete meu macho, mete gostoso, e enfiava os dedos na minha boca enquanto eu metia então eu gozei mais uma vez, ela então gozou novamente comigo. Ficamos um tempo assim ela deitou sobre meu peito, fomos ver as horas já eram 18:30, passamos 4 maravilhosas horas juntos, saímos juntos, paramos em uma lanchonete para lancharmos e depois ainda ela me fez gozar no carro num boquete maravilhoso. teve mais depois disto mas acho que ficaria muito grande se continuasse.


Amiga Rafaelle

October 9, 2010

ola amigos… sou eu novamente, escrevi um conto sobre os pezinhos da minha amiga rafaelle…

Naquele dia nós tivemos um momento incrivel, super prazer com os pezinhos… mas depois com o passar dos dias aquela atração que nós tinhamos foi se tornando algo incontrolável sabe, com carinhos, falando sacanagem… toda hora nos imaginando juntos, se controlando para não passar daquilo… mas obviamente não foi possível.

Um dia estavamos na hora do almoço e subimos para o mesanino da loja, para passar o resto fo intervalo, usar a internet etc… ela estava com uma sainha tipo hippie pink linda, super soltinha… ja tinhamos almoçado juntos, falado milhoes de bobagens, sacanagens… imaginem só que mesmo com todo aquele ar condicionado não adiantava nada pra apagar o fogo que estava no ar. Não aguentava mais… cheguei por trás dela e a abracei com toda a paixão e fogo que estava sentindo, roçando meu pau que ja estava pulando da calça a essa hora… senti ela jogar o corpo para trás, me dando o pescocinho para beijar, o que fez ela dar gemidinhos assim de arrepio… nessa hora nada mais poderia nos segurar… ela virou de frente e nos beijamos da forma mais deliciosa e quente que se pode beijar alguem…

Sem pensar se poderia aparecer alguém abri sua blusa e comecei a chupar aqueles seios deliciosos, que estavam tão duros quanto meu pau naquela hora… cada vez que eu chupava, encostava minha lingua ela se contorcia… dava pequenas mordidinhas, chupava ora delicadamente, ora com vontade… tenho muito tesão por seios, e demonstrei isso pra ela com todas as letras…

Comecei a beijar seu pescocinho lindo novamente ao mesmo tempo que minhas mãos procuravam a xaninha, que eu tinha certeza de que estaria delicioamente molhada, pingando de tanta excitação… levantei a saia e coloquei meus dedos naquela coisa maravilhosa, que estava exatamente como eu imaginava… incrivelmente molhada… massageei o clitoris bem suavemente, passando a outra mão em sua bunda, que era lisinha, do tamanho certo… apertava aquelas nadegas tao deliciosamente, fazendo aquela massagem gostosa em seu sexo… ela queria me engolir com o beijo, ficava me mordendo, lambendo…

Peguei ela pelas pernas e a coloquei em cima de uma mesa de escritório que tinhamos… ali eu estava decido a dar a ela o maior orgasmo que ela ja tinha sentido… abri suas pernas e cai de boca naquela buceta toda molhadinha deliciosa… esfregava meu rosto naquela coisa linda… lambia como se fosse o doce mais delicioso do mundo, chupava aquele grelinho, colocava minha lingua na xaninha como se fosse um pau… ela se contorcia como se estivesse morrendo de prazer… quando ela estava quase gozando eu parava… soprava aquela coisa maravilhosa… dava uns segundos… e caia de boca novamente… ai ela gritava a safada.. me come seu gostoso… para de me torturar me como logo… eu quero que vc me coma essa bucetinha vai…

Como eu adoro provocar a mulher não coloquei a vara direto rs… meu pau estava molhado e duro como nunca, com toda aquela preliminar, toda aquela excitação… eu adoro afastar os lábios da xaninha… até o grelinho ficar exposto, sozinho… e fico esfregando de levinho a cabeça do meu pau nele… bem rapidinho assim… quase nao encostando… nessa hora quase ela caiu da mesa de prazer.. deu outro grito… ela estava muito suada, nossa nunca tinha visto uma safadinha assim gostando tanto de uma foda como ela… quando eu finalmente coloquei o pau ela curvou as costas ate, sentindo meu cacete duro entrando, roçando nas paredes…

Eu fodi ela e foi a coisa mais deliciosa do mundo aquele vaivém… muito gostoso…. ela ficava gemendo, falando palavrões.. .me chamando disso, daquilo… eu que adoro pouco falar besteira neh também falava… adoro falar, tá gostoso esse pau duro tá… tá duro pra vc, vc quer esse pau quer… quer chupar ele quer… quer gozar na cabecinha do pau… ela fechava os olhos como se imaginando a cena… ela certamente virou fã dos carinhos nos pés pois ficou colocando o pezinho na minha boca pra mim chupar… ficava passando ele no meu rosto, como no primeiro dia… comigo fudendo aquela buceta quente, queimando… ficava passando o pezinho no meu rosto e mandando eu chupar os dedinhos, a solinha… nessa hora eu podolatra ja estava quase gozando… ela já estava gritando de prazer, quando eu mandei ela ir pra cima de mim… comigo ficando embaixo… tem mulheres que sentem um prazer incontrolável quando estao comandando, por cima… e ela era uma dessas… nossos e corpos peitos ficaram colados, quando ela mesmo colocou com a mão meu pau na bucetinha e começou a esfregar ela toda no meu corpo, com minha vara lá dentro… o pau fica dentro da xaninha e o grelinho fica meio que roçando nele e no meu corpo ao mesmo tempo… ela ficava gemendo alto, eu falando palavrões, mandando ela comer esse pau gostoso… em instantes ela gozou com um grito delicioso… seu corpo instantaneamente caiu sobre o meu… tremendo… o cabelo em cima do meu rosto, ela com a respiração parada… como se estivesse se deliciando de um momento de êxtase… depois de alguns instantes ela falou vc não vai gozar nao… eu falei eu vou gozar sim… deliciosamente, pra ver ver bem… virei ela novamente, coloquei as pernas pra cima e comecei novamente a meter meu pau naquela xaninha… de cara ela deu um grito, devia estar super sensivel.. mas depois começou a gostar… mas com aquele gozo q ela teve nao iria gozar novamente com certeza rs…

Ela nao tinha força nem pra levantar a perna… eu segurei aquelas pernas e fiquei naquele vaivém delicioso… olhando praqueles pezinhos lindos, beijando eles… até que eu sai de cima dela e perguntei onde vc quer que eu goze… ela disse onde vc quiser… eu adoro gozar nos seios… a mulher vê tudo, adora ver o pau jorrando aquela goza… nao deu outra… ela me fez uma espanhola rápida deliciosa… eu apontei pros seios e foi uma chuva de porra… como ela mesmo disse… espirrou nos seios… no queixo, no pescoço… foi um orgasmo delicioso… eu ficava tremendo….

Nossa depois a gente ficou pensando que doido neh … no escritorio, na mesa… mas que delicia… sorte que tinha uns panos pra gente se limpar… ar condicionado… rapidamente estavamos compostos… mas ficamos o restinho de tempo que sobrou juntos… se beijando, apaixonadamente… sabiamos que o que tinhamos feito era doido, maravilhoso…


Fetiche pelos pes da cunhada

October 9, 2010

Eu tenho uma namorada e sou tarado por pés. Sou tarado por todos os pézinhos lindinhos de mulheres, em geral. Mas eu só olho na boa… em especial os da minha cunhadinha (sempre assim né?). Essa menina é uma safadinha, sempre terminando e voltando com namorados. Acho que chegou uma hora que ela se encheu e ficou sozinha…pelo menos ela parou de sair… e ela começou a falar besteirinhas, tipo falava pra irmã dela, minha namorada, que ia me roubar pra ela, coisa e tal. Eu fiquei mais do que tarado, imagine !! eu comendo aquela gostosinha enquanto beijava os pézinhos dela… mas me decepcionei quando ouvi ela falando a mesma coisa pra outro namorado da outra irmã dela (também uma gostosa, mas séria). Achei então que era só brincadeira, e entrei na sala de boa. Quando ela me viu, falou: a não, não vou te roubar, prefiro ele, apontando pra mim… fiquei tão nervozo (com Z, exagerado mesmo), que passei reto, só dando um sorriso amarelo… bem, depois acabei indo no banheiro né ??

Depois ela saiu de casa, fiquei na boa lá com minha namorada. De noite ela chegou meio bebada, foi na cozinha comer. Claro que sai do quarto (sozinho, quarto separado da minha mina) e fingi que ia tomar agua. Passei por ela, senti cheiro de cachaça, tomei agua (ela na dela, só disse oi). Ao voltar a passar por ela falei: cuidado com o que fala, eu posso acreditar, viu… nossa que coragem… ela olhou bem pra mim e disse: seu tarado safado, tá mesmo de olho em mim né ?? Vou contar pra minha irmã… sai fora nervozzzo, voltei pro quarto tarado e assustado, já tava pensando numa desculpa, quando ela entrou, tirou as sandálias na minha frente e jogou na cama dizendo: isso é pra vc se divertir pensando em mim… mas não vou trair minha irmã seu tarado… e não se preocupe, não vou contar nada. Passou um dedinho na boca, molhando-o e ergueu um pezinho e passou o dedo melhado nele… com carinha de puta…ela pode perceber meu pau levantando por cima da coberta. Pensei q vadiazinha mesmo. Ela então saiu fora…. cara, que coisa. Será que dei tanta bandeira quando aos pés ?? Eu sempre olhava os dela, mas achei que era discreto (só achei), e uma vez eu beijei os pés da minha namorada na sala e ela viu, mas fazia tempo… Eu pensei, que se dane, vou me divertir. Esperei um pouco, peguei as sandalias e começei a cheirar, beijar, lamber, sentindo o cheiro e o gosto dos pézinhos da minha cunhadinha gostosa… pus uma no meu pau e fiquei com o outro perto do nariz e boca… até que gozei…nossa que gostoso, o cheirinho do pé, delicia mesmo, quentinho e umido, quem gosta de pés sabe o que estou falando. Logo depois fiz de novo, agora acabei gozando numa sandalia… dai nem limpei só joguei embaixo da cama… dormi feliz… veio a manhã, tava tudo bem, tomei café normal, e aparece ela usando a mesma sandália… pensei que putinha mesmo. E depois cheguei nela, tasquei o foda-se e falei a sós… não vai escorregar esse pézinho lindo no meu gozo tá ?? Ela sorriu e disse que tava gostoso… e saiu novamente… e eu… banheiro de novo….. bem, essa história continua, mas hoje em dia não ocorre mais. Se a galera gostar eu posso contar a continuação de outro dia… e noite tb….


Pezinhos da amiga

October 9, 2010

Tenho 25 anos, sempre gostei de pés femininos, desde que me lembro… sou um podolatra, porem nao gosto nada disso de chule, sujos, apanhar etc… apenas a beleza deliciosa dos pezinhos lindos. Sou casado e minha esposa também tem pés lindos, que eu cuido como ninguem… mas essa fascinação é demais, nao consigo deixar de reparar e de me “apaixonar” por outros pares de pezinhos lindos… mas vamos a minha historia

Essa amiga, casada também, que chamarei de rafaelle, tem 18 anos e começou a trabalhar em outra loja, já despertando ali minha atencao para sua beleza e lógico os pezinhos ma-ra-vi-lho-sos, dos mais bonitos que ja vi… ela veio trabalhar conosco em nossa empresa e por dessas coisas do destino ela e eu tivemos uma identificação, uma afinidade assim instantânea, um certo tipo de paixão assim de fogo, carinho sei la, da minha parte mais ainda por causa daquelas coisas lindas que ela insiste em desfilar todos os dias ;)… eu nao iria nunca imaginar que amando tão profudamente minha esposa como eu amo poderia acontecer assim uma atração dessas comigo… começou naqueles pezinhos mas certamente se tornou mais do que isso, uma coisa de fogo no corpo todo… mas eu nunca tive vontade e mesmo com essa atração doida nao estou disposto a trair meu amor tendo relação com outra pessoa… mas os pezinhos… isso eu nao condigo resistir…

Um dia fui ajudar a rafa na casa dela com um serviço, para meu desespero, pois sabia que ficaria sozinho com ela, explodiria de vontade de fazer carinho nela e naqueles pés lindos sem poder, só nao sabia o que aconteceria depois… ela sabia do meu fetiche por pés, inclusive pesquisava material na net e tal, eu nao sabia se era porque ela sabia que eu gostava, ou se ela também gostava disso de pezinhos. Bom o fato de ela comentar sobre os pezinhos, dizendo como eu gostava deles, ja me deixava extremamente atraído por ela. Sentei-me no sofá e ela numa cadeira em frente a mim.

Eu fui fazer o serviço e ela foi tomar um banho… quando ela voltou eu ja tinha terminado, estava no sofá esperando. Ela estava com uma sandália rasteirinha prateada que eu mesmo tinha dado de presente no natal… obviamente com as maiores segundas intenções possiveis, sabia que ela ia adorar a sandália e ia usar muito ela no dia-a-dia. Eu elogiei novamente os pezinhos dela, tamanho 35, esperando obviamente que ela me mostrasse eles, desse pra mim pra ver como estavam as sandalias etc… o pé dela é branquinho, delicado, lindo… os dedinhos são perfeitos, as solinhas mais macias e delicadas que ja tinha visto, enfim, uma perdição para mim.

Ja era fim de tarde, eu desconfiava que ela estaria com uma dorzinha neles por estar de pé a maior parte do dia… quando ela levantou os pezinhos para eu ver a sandalia eu peguei ele delicadamente, elogiei a sandalia assim acariciando ja o pezinho e vi que ela estava me olhando assim como se gostasse muito da situacao.. eu tirei a sandalia com a maior naturalidade e comecei a acariciar suavemente, fazendo uma massagem que a deixou doida, pois realmente estava precisando. Nesse momento ela tirou algumas coisas que estavam em cima do sofá e sentou junto comigo, colocando os dois pezinhos descalços no meu colo, encostando aquele pé lindo no meu penis, que a essa hora já estava pra explodir dentro da calça… ela percebeu isso e deu uma risadinha safada, mas nao falou nada.

Eu continuei a massagear os pezinhos, que estavam super limpos e cheirosos, imaginando que deveriam estar deliciosos também, assim como o resto todo daquele corpo delicado e delicioso. Fomos conversando sobre varias coisas, inclusive pés… e eu fui me acomodando no sofa, colocando cada vez mais os pezinhos dela perto do meu rosto, esperando que ela os puxasse de volta, mas isso nao aconteceu. Nao sei o que me deu mas nao tive como aguentar, dei um beijo bem delicado no dedo dela, um em cada dedinho, com os olhos fechados, como assim se apaixonando por aqueles pezinhos mesmo… comecei a chupar aqueles dedinhos, vi que ela ja estava primeiro com olhos de surpresa, mas meio que com desejo, depois fechou, fazendo cara de satisfação…

Ai foi aquela coisa deliciosa de sempre, fiquei lambendo e chupando os pezinhos dela, com muita suavidade e paixão, primeiro os dedinhos, entre os dedinhos… no que ela deixou escapar um pequeno gemido.. depois fiquei lambendo e beijando as solinhas dos pés, dando pequenas mordidinhas que ela tambem adorou… aos poucos ela foi se soltando, talvez gostando de verdade de ter um homem assim dessa forma aos seus pés, se sentindo dominadora… ela tirou os pezinhos das minhas maos e começou a me dar eles sozinha, passando em todo meu rosto, no meu peito aquelas coisas maravilhosas… nossa como estava delicioso aquela pequena sessaozinha de prazer com os pés.. ela estava com tanto desejo e excitação que começou a falar pra mim… “chupa esse pezinho que vc tanto adora vai, lambe gostoso… morde ele… é isso que vc queria… ficava vendo eles querendo isso?… agora chupa seu safadinho, chupa gostoso esse pezinho que vc tanto queria…”…

Quando eu estava me deliciando com aqueles pezinhos ela me disse que iria gozar pra mim… tirou a calcinha, revelando aquela xaninha deliciosa totalmente molhada de gozo, de excitação e começou a se masturbar da forma mais deliciosa que poderia imaginar… foi algo assim lindo demais… eu comecei também, passando aqueles pezinhos lindos no meu pau que a esta hora furaria uma parede de concreto… chupando um pezinho e passando outro no meu pau… ela gozou silenciosamente, pois estavamos cercados de vizinhos.. .mas vi em seu rosto que se ela gritasse naquele momento seria aquele grito de gozo mais delicioso que existe… pedi pra ela virar de bruços, com as solinhas dos pés para cima… continuei lambendo eles e me masturbando até que juntei os pezinhos e gozei neles, talvez o maior gozo que ja tive… ela achou o maximo, nunca ninguem tinha feito isso com os pés dela, adorados dessa forma…

Me lavei no banheiro, demos um beijo super apaixonado e fui embora sozinho… pensando naquilo tudo que tinha feito… para a minha felicidade ela era muito madura pra idade dela e até porque já tinhamos um papo super sincero encarou aquela experiencia como ela realmente era… apenas uma experiencia, um tempo legal, um carinho entre pessoas que se gostam… delicioso carinho…


Pezinho delicadinho

October 9, 2010

O  fato q vou relatar foi veridico, vou me identificar como roberto.

fomos convidados pra ir a um churrasco na casa de uns amigos e chegando lá estava só mais a família e tinha sido convidado a irmã de um amigo ao qual era o dono da casa, e enquanto conversavamos assistindo os jogos do pan… ouvi a campanhia tocar, até então estava tudo normal, até entrar aquela família composta por uma morena delicadinha… deliciosinha bumbum arrebitadinho, cinturinha fina, blusinha verde amarradinha nas costas e um par de seios q pareciam q estavam acesos, mas o q mais me chamou a atenção foi o andado dela de dengosinha fogosa q saiu de casa desejando ser observada desejada..

quando olhei pra os seus pezinhos hummm nossa nunca vi uma perfeição daquela espécia em delicadeza, seu pezinho calçadinho com um saltinho preto os dedinhos bem pintadinhos francesinha não me controlei e acabei deixando meio a perceber minha olhada naquele pezinho na hora meu cacete despertou, sou moreno alto atraente corpo malhado e definido e como moro em brasília o clima muito seco e quente eu estava com uma bermuda e uma camisa regata, a gatinha olhou pra mim com uma carinha de taradinha e liberou um sorrisinho de malícia disfarçadamente, daí então começou a desfilar sempre onde eu estava. ela aparentava uns 22 aninhos de pura sensualidade. meu cacete latejava de tezão desejando beijar aqueles pezinhos.. delicadinhos, ela sentadinha balançando aquela sandalinha e a solinha do seu pezinho lindo me chamava pra chupar dedinho por dedinho, não resistinho fui ao banheiro bater uma deliciosa punheta, precisava liberar aquele tesão. entrei no banheiro e deixei a porta meio q encostadapois como a casa era muito grande dava pra ouvir alguém chegando, mas não esperava q seria aquela delicia de moreninha… estava com meu cacete latejante bem dotado posto pra fora antes de acariciar eles dei uma bela mijada.. e percebi alguém chegando … coloquei logo ele pra dentro … quando ela perguntou se tinha gente, abri a porta sem me controlar fui direto ao pezinho dela… ela olhando pra mim com uma carinha de safadinha disse:”percebi vc olhando meu saltinho lá embaixo, eles adoram ser admirados” nessa hora meu cacete q já estava latejando quase explodiu de tesão, meio q sem graça elogiei seus belos pezinhos desejando eles na minha boca.. ela entrou enquanto eu ainda estava dentro do banheiro fechou a porta e tirou aquele pezinho da saldalinha e perguntou se eu queria matar meu desejo q deixaria eu d´aum beijinho neles. nossa meu cacete tava quse saltando pra fora de te~são, ela trouxe eles ate minha boca.. eu comecei a chupar dedinho por dedinho olhando aqueles pezinhos delicadinhos sem acreditar no que estava acontecendo naquela hora, quando olhei pra ela estava de olhinhos fechadinhos.. e acabou deixando escapar um gemidinho de tesão. derepente parou e pediu pra ver o q tinha no volume da minha bermuda. quando coloquei meu cacete pra fora .. saltando de tesão ela olhou com uma carinha de taradinha disse q queria sentir ele nos seus pezinhos… nossa quando ela tocou meu cacete com seu pezinho quase jorrei leitinho naqueles pezinho lindos… não resisti jorrei porra no pezinho dela todinho … ela louquinha de tezão eu tirei a calça dela deva garinhao .. e chupei toda a xaninha dela sentadinha na banheira… ela mordendo a toalha… disse q ia goza na minha boca… peguei meu cacete e começei passa na boquinha da xaninha dela até q ele entrou ela tremeu seu corpinho todo… arrombei aquela xaninha apertadinha… molhadinha… e enquanto estava fudendo ela gotoso ela pediu pra eu gozaar no seu pezinho de novo .. quando pedi pra ela implorar pra eu gozar naqueles pezinho… quando ela pediu com carinha de taradinha quase implorando ..não resisti tirei meu cacete e jorrei porra naqueles pezinhos lindos e delicadinhos… que delicia… nos reconpomos e descemos novamente pra o churrasco.


Follow

Get every new post delivered to your Inbox.