Gozei nos pes da tia da minha namorada

Meu nome é D…., mas todos me chamam de DeeDee, sou moreno claro tenho 1,82m, 80 kg, cabelos castanhos bem curto, cavanhaque, não sou saradão mas tenho um corpo legal bem definido. Namoro uma garota a 3 anos e nos damos muito bem tanto na cama qto na vida cotidiana, à 2 anos a mãe de minha namorada veio a falecer, e ela foi morar com uma tia, irmã de sua mãe. Sua Tia se chama Selma, é casada e tem uma filha de 11 anos. Selma tem 45 anos e é maravilhosa, uma delicia de “coroa”, morena +/- 1,65m, pernas grossas, os seios não são grandes, são proporcional ao seu lindo corpo, uma boca linda, e o melhor são seus pezinhos lindos!!!! Mais ou menos à 10 meses atrás comecei a olhar Selma diferente, comecei a reparar mais em seu corpo, reparar com muita malícia mesmo. Sempre q eu ia namorar ela estava lá de short curto ou vestido, ou até mesmo de pijaminha desses de blusinha e shortinho!!!! Adorava olhar aquelas pernas esticadas no sofá, sempre q tinha a oportunidade ficava sentado na área de frente pra porta da sala fumando um cigarro e observando ela deitada ou passando pra lá e pra cá e admirado ela, nisso com o pau muito duro. As vezes ela sentava na área pra conversar comigo, de vestido e eu logo filmava o meio de suas pernas esperando q ela abrisse um pouquinho pra ver sua calcinha. Certa vez ela percebeu q eu olhava pra ela, achei q ela fosse contar a minha namorada, mas não aconteceu, e fiquei admirado com o ela fez. Eu tava sentado na área como sempre, ela esperou minha namorada ir tomar banho, ela tava com um shortinho de pijama azul clarinho e muito curto. Qdo minha namorada entrou no banho ela passou por mim na frente da porta, e eu logo mirei sua bunda e ela percebeu, foi até a cozinha e voltou com uns enfeites pra colocar na mesinha da sala, parou de costas pra mim, eu já tava com o pau estourando dentro da bermuda, aí ela se abaixou de quatro com aquele shortinho enterrado no seu rabo e fingiu q tava trocando os enfeites da mesinha, não resisti e comecei a roçar meu pau por cima da bermuda, de repente ela se levantou e saiu, fiquei arrasado tinha acabado aquele momento maravilhoso, nisso minha namorada saiu do banho se trocou e nos saímos. No outro dia fui namorar de novo como de costume, mas não rolou nenhuma insinuação de sua tia, fiquei na minha e deixei rolar, mas sempre comendo-a com os olhos!!!! O tempo passou e nada mais de maravilhoso tinha acontecido, até que eu descobrir através de minha namorada que ela e seu marido não se davam bem a muito tempo e que não dormiam mais juntos, fiquei meio sem graça, imaginando como aquele cara tinha coragem de não dormir e comer aquela tia maravilhosa. Sabendo disso comecei a fantasiar situações em minha cabeça, desejando comer gostoso Selma, até que um dia rolou uma oportunidade muito boa. Selma não dirigia na estrada só na cidade e como eu estava de férias pediu pra eu leva-lá a uma cidade vizinha que tinha que pagar umas contas e comprar algumas coisas. É claro q atendi ao pedido, pois adoraria passar uma tarde com aquela maravilha ao meu lado. Qdo voltamos lá pelas três da tarde, guardei seu carro na garagem e sentei na cadeira da área, Selma entrou com suas compras e foi pro quarto. Sua filha saiu pra brincar na casa da vizinha, eu entrei na sala liguei a tv e fiquei ali curtindo, qdo de repente me aparece Selma com uma roupas dessas de lycra de fazer ginástica, uma calça e um top dizendo q tinha comprado pra fazer caminhada e perguntado se eu tinha gostado, fiquei admirado com o pacotão que formou na sua bucetinha e nem se quer me toquei que estava secando ele inteirinha, qdo me dei conta disfarcei e olhei para seu rosto, ela me olhava firme nos olhos, somente respondi que havia ficado lindo, ela deu um sorriso safadinho no canto da boca e sentou ao meu lado no sofá. De repente ela deitou no sofá encostando seus pés na minha perna dizendo q ia descansar até minha namorada chegar do trabalho pra ir caminhar com ela. Selma começou a desabafar comigo dizendo q seu casamento não estava bem q estava estressada e muito carente, aproveitei-me da situação e disse pra ela relaxar que tudo ficaria bem, e como somos muitos amigos pedi se podia fazer uma massagem nos seus pés, nisso eu já estava com o pau muito duro, ela jogou os pés no meu colo, e ficou meio apreensiva qdo percebeu que estava com o pau muito duro, sem hesitar antes q ela desistisse da massagem peguei um de seus lindos pezinhos e comecei a massageá-los, percebi q ela gostou e suavemente começou a pressionar meu pau duro com o outro pé. Nisso eu já tava louco de tesão e percebi q ela se excitou com a situação pois os bicos de seus seios estavam explodindo dentro do top de ginástica e sua pele estava toda arrepiada. Sem perder tempo antes q algo estraga-se aquele momento excitante, comecei a chupar os dedos de seu pé, ela soltou um gemido bem safado de muito tesão, comecei a chupar com mais vontade seu pé, olhei para ela estava mordendo os lábios com os olhos fechados e com uma das mãos roçando sua “buça” por cima da calça de ginástica, enquanto chupava seu pé, abri minha bermuda com a outra mão e coloquei meu pau pra fora, qdo ela sentiu meu mastro no seu outro pé ela abriu os olhos e me olhou assustada, mas eu não parei de chupar seu pé e comecei a bater uma punheta. Achei que ela fosse querer parar, mas quem assustou de verdade fui eu, ela se levantou veio à minha frete se ajoelhou, pegando meu pau bem firme e me olhando nos olhos disse q fazia tempo que não se sentia mulher de verdade e que eu tava proporcionando isso a ela e caiu de boca no meu pau num boquete maravilhoso. Comecei a me contorcer e a gemer de tesão, de repente ela se levanta me puxando do sofá e tira a calça de ginástica e a calcinha de renda branca que estava usando, segura meu pau com uma das mão me abraça e me beija na boca loucamente, depois fala no meu ouvido que queria que eu a comece e que gozasse no seu pés. Me empurrou caí sentado no sofá e ela já veio e sentou-se por cima de mim pegando meu cacete duríssimo e guiando na entrada da sua “buça” , qdo entrou ela gemeu e disse q delícia de pau, começou uma cavalgada extremamente intensa. Enquanto ela cavalgava tirei minha camisa e ranquei seu topinho e caí de boca em seus deliciosos seios, e ela começou a me abraçar forte a gemer e soltar urros de prazer, e finalmente gozou, gozou como louca me chamando de homem de verdade, macho gostoso, pedindo que eu gozasse também. Mas tava maravilhoso e eu naum queria gozar ainda, mas ela insistiu e começou a acelerar a cavalgada e com muita força, naum resisti anunciei meu gozo ela se levantou deito no sofá e pediu novamente pra gozar em seus pés, juntei os dois pés coloquei meu pau no meio todo melado de seu gozo e comecei a bater uma punheta alucinada. Não agüentava mais e anunciei o gozo, agora era hora de verdade juntei seus deliciosos pezinhos um ao lado do outro e gozei, gozei como nunca tinha gozado antes, gozei nos dedinhos e em todo seu pé espirrando um pouco pela sua barriga. Ela se sentou puxou seu pé perto da boca e começou a sugar a porra primeiro de um pezinho depois do outro, encheu sua boca de porra quente, depois engoliu, e caiu de boca no meu pau sugando todo o resto que ainda tinha. Logo depois disso nos vestimos e esperamos minha namorada chegar do trabalho conversando na sala como se nada tivesse acontecido, mas com aquele olhar de satisfação e de muita safadeza um pro outro. Estes é meu relato espero que gostem, logo contarei as outras duas vezes que transamos

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: