Os pés da minha chefe

Eu era estagiário em uma empresa, onde ralizava tudo quanto era tipo de tarefa, desde buscar garrafa de café, como tirar xeróx e regar as plantas do escritório.

Certo dia fui chamado a sala da gerente de vendas, Dona Samanta, mulher bem sucedida, no auge dos seus 30 anos, já realizada em sua vida, alcançou o sucesso profissional logo cedo.

Prontamente me postei a frente de sua mesa, dotado de toda educação, perguntei no que poderia ser útil, ela me disse:

– Estou com um pequeno problema em minha impressora, mas não posso párar de trabalhar no momento, podera se abaixar e verificar se consegue resolver o problema ?

Respondi que sim que não haveria problemas que tentaria resolver o problema dela. Logo abaixei-me em sua mesa me revirando para consguir mexer nos cabos do computador e impressora. Notei que ela usava uma sandália que deixava a mostra quase todo seu pézinho, por instantes parei e fiquei admirando, vendo como eram belos aqueles dedinhos, aquele tornozelo carnudo, unhas impecáveis de um pezinho que ficava mexendo a minha frente, talvez por impaciência dela, ou algum caquete, ou quem sabe para me chamara tenção.

Ainda mexendo nos cabos, sem querer esbarrei a mão em um de seus pezinhos, imediatamente me deculpei, só que para minha surpresa ouvi:

– Não se preucupe eu quem estou abusando da sua bondade e prontidão e que não fazia mal se esbarrasse nela.

Aliviado pela resposta dela continuei o serviço, porém já com certos pensamentos que me faziam aumentar a respiração. Novamente esbarrei a mão em seu pezinho, só que desta vez de próposito, novamente pedi desculpas e ouvindo Dona Samanta dizer:

– Vou tirar as sandálias, pois assim você não se machuca. Respondi Ok.

Quase não acreditei quando vi aquilo, aqueles pezinhos mais lindos que já tinha visto na frente todos descalços a cemtímetros de distância, estava delirando com aquilo tudo.

Resolvi arriscar, mas de uma maneira prudente pois pderia perder meu estágio, e precisava muito dele para custear meus estudos.

– Dona Samanta vou precisar deitar um pouco no chão bem ao lados dos seus pés tudo bem ?

– Sim tudo bem, só não pderei sair daqui no momento preciso continuar meu trabalho.

Já tinha conseguido algum êxito, resolvi seguir em frente com meu plano. Coloquei uma de minhas mãos em um de seus pés dizendo que não demoraria. Ela de um certo modo parecia querer me provocar dando a entender que ela quem estava jogando.

– Vou colocar mmeus pés sobre você espero que assim facilite seu trabalho aí embaixo.

Respondi que tudo bem, logo deparo com os seus pezinho quase que encostando em meu rosto.

– Sabe garoto tenho trabalhado muito ultimamente, precisava relaxar um pouco, mas não sei como com tanto trabalho, preciso arrumar uma maneira de relaxar um pouco no trabalho.

Logo perguntei se ela gostava de massagens, me respondeu:

– Adoro massagens, principalmente em meus pés.

– A Sra. Gostaria qu massageasse um pouco os seus ?

– Olha faz tanto tempo que não sinto umas mãos mexendo em meus pés que eu aceito, vai me ajudar com stress.

Meu tesão com aquilo tudo foi tão grande que lgo fique com o pau todo duro dentro da calça. Meti minhas mãos naqueles pezinhos maravilhosos, todo lisinho sem nenhuma marca, aquelas unhas todas feitinhas, massageava de tal forma que ouvia ela dizer que estava muito gostoso tudo aquilo. Resolvi ir além, comecei passar minha língua por aqueles dedinhos formidáveis.

– O que está fazendo ?

– Me desculpe Dona Samanta. Já assustado com a sua reação.

– Quer dizer então que gosta de um pezinho. Ordeno que chupe todos os meus dedinhos agora. Não acreditei no que tinha ouvido, mas imediatamente com muito tesão, comecei a chupar aqueles dedinhos, a passar a língua por todo aqueles pezinhos. Bom garoto dizia.

Logo senti um de seus pés passando pelo meu corpo enquanto sugava o outro, meu pau latejava com isso tudo. Já eram 17:30 os funcionários dos outros departamentos já tinham ido embora, sobrando somente eu e Dona Samanta na empresa, mais precisamente em sua sala.

– Você já vai embora para aula Guri ?

– Hoje nõa vou ter aula.

– Ótimo saia debaixo da mesa então.

Meio sem jeito obedeci, vestido de roupa social, logo o volume dentro de minha calça era bem notável.

– Nossa nunca tinha reparado que tinha um guri tão gostoso trabalhando comigo. Vou fechar a porta com a chave só por preucação, para que não fuja de mim.

– Agora não vai ser mais meu estagiário e sim meu escravinho, venha rastejando beijando meus pés até aqeula mesa de reunião. Mesa qual ela se sentou encima deixando seus pezinhos a mostra e ordenando para que eu não parasse de beijar.

– Tire minha saia.

– Bom menino, vai fazer tudo o que eu mandar.

Logo me ordenou para que deitasse ela na mesa e arrancasse a sua calcinha. Fiz e dei de cara com uma bucetinha formidável, raspadinha com poucos pelos encima e toda cheirosa.

– Chupe ela sem derramar uma gota

Obedeci, passando minha língua bem rapidinho por seu grilinho, contornado por seus lábios, sentindo aquele gostinho maravilhoso de buceta, um caldo saboroso, percebi que ela se contorcia enquanto chupava, ela começo a fazer movimntos de modo que esfregava mais e mais aquela buceta em meu rosto, me deixando todo lambuzado. Não tive dúvidas e aumentei o meu rítimo, chupando com mais intensidade, enfiando o dedinho dentro dela enquanto lambia seu grilinho. Não demorou muito com aquele ritimo e logo Dona Samanta soltou um grito:

– Aiiiiiiiiiiiiiiii delícia…isso…vai continua filho da puta..chupa…isso bebe meu mel….vou gozar na sua boca, não deixa uma gota cair.

Obedeci e bebi todo aquele melzinho que saía de sua buceta, foi a coisa mais gostosa que senti, aquele caldinho na minha língua, enquanto a mulher se contorcia feito uma serpente, gozando daquele jeito.

Para não me deixar na mão ela me bateu uma punheta dizendo que era minha recompensa pelo meu bom trabalho.

Me contentei com apenas aquilo naquele dia, pois gozei bem gostoso nas mãos de Dona Samanta.

Mas a grande recompensa é que fui efetivado no estágio, e até hoje em algumas sextas-feiras, de um modo bem discreto, ou fodemos na sua sala, ou vamos em algum motel.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: