Pés 34 brancos e rosados

As vezes penso que a vida emocional das pesoas se divide em dois extremos: os que avançam o sinal e os que nunca avançam. O intróito visa explanar que os extremos não são errados nem certos, mas que a felicidade é o equilíbrio entre os lados antagônicos. Por um bom tempo vivi isolada, sempre fui um bicho pouco sociável, apesar da aparência dizer o contrário, loira, estatura mediana, pernas grossas e pés minúsculos. Acredito que se um homem ama os pés de uma mulher ele a ama por inteiro, muitos dizem que ele só ama uma parte, será? Gosto de tamacos, talvez por não ser tão alta, o fato é que o salto me satisfaz, o barulhinho deles no assoalho e a faceirice do andar me dão um certo charme, pelo menos é o que sinto. Pois bem, passei as férias no Sertão/Fazenda, gosto de andar a cavalo, e principalmente de banhar no rio, lagoa e etc. só para ter uma idéia ando de salto na fazenda, todos ficam impressionados com a facilidade que tenho em andar em terrenos de relevo difícil, claro, com meus tamancos. Numa tarde, todos foram de gipe para a cidade assistir a um jogo de futebol, meu avô havia proibido que andasse à cavalo, o vaqueiro, alcoolatra esqueceu a ordem e ao ver um litro de cahaça vagabunda selou um cavalo para mim. fui para o rio, tomei banho até ficar com a pele cor de rosa, já que não consigo ficar bronzeada. Subi o morro e retornei para casa da fazenda, coloquei um short verde com listras brancas um top do mesmo pano e uma capa branca que vinha até a altura da bota com detalhes de cor verde. O cabelo é liso e loiro, não dá trabalho para arrumar, peguei a “péia”(cipó de couro que serve para bater no animal) e montei, minha tia avisou que não fosse para cidade sozinha e a cavalo, desconversei e fui, no meio do caminho o cavalo desembestou e só não morri, devido o vaqueiro ter selado o cavalo de forma folgada, fui atirada longe e fiquei inconsciente por algum tempo. Ocorre que o neto do vizinho foi assistir o jogo coincidentemente no momento da minha queda, ele disse que me segurou nos braços, colocou-me no capim e começou a olhar o estrago que a queda fez nas minhas pernas, realmente, não dava para não ver. Ao retomar a consciência assustei-me com ele pois não o conhecia, ele se identificou e com muita educação perguntou se poderia tirar a minha bota, disse que sim, até porque meu pezinho havia sofrido uma torção. Ele retirou a bota bem devagar e mesmo assim fiz uns ruídos, pois não suportava tanta dor, ao ver meus pezinhos ele ficou vermelho e disse sem querer que eram os pés mais lindos que havia visto, disse a ele que estava mentindo, ele perguntou meu nome, tenho nome de um rio muito famoso na europa, olhou nos meus olhos e começou a passar a mão no calcanhar, então eu disse: não faça isso vai doer…, ele respondeu com a lingua não doi deixa eu esperimentar… achei nojento e disse para ele que ninguém em sã consciência lamberia um pé machucado, ele disse mais ALGUÉM como eu lambe, e começou a falar baixinho e eu retruquei, porque você está falando baixo ninguém pode nos escutar, ele disse: se prometer não fazer mal juízo de mim, falo para você escutar, fiquei curiosa e disse que sim. Ele deitou na grama, tirou o chapéu e disse o meu nome com uma voz de arrepeiar, foi tão forte o arrepeio que doeu o meu pezinho, em seguida pediu que olhasse para o céu, fiquei receiosa e disse que não aceitaria nenhum tipo de atrevimento, ele sorriu tão mansamente que confiei, e começou a felação, beijava meus pés e acariciava com a lingua o pé machucado, posso dizer que era uma lingua maravilhosa, durante o carinho a dor pasava, quando parava eu pedia, faz de novo, é tão bom, nunca havia sentido uma sensação tão refrescante o vento fazia o capim balançar cada vez mais… ele começou a uivar baixinho… fiquei impressionada e falei como você consegue fazer isso, ele respondeu só quando sinto um enorme prazer, falei brincando será que você é um lobisomem, ele disse não! sou apenas um rapaz que veio visitar os avós e cavalgando pela manhã se deparou com um moça a banhar-se no rio totalmente nua, mergulhava e deixava seus lindos pés para fora da água, não pude me conter fiquei paralisado, observando o sol doirar seus pêlos loiros e o encantamento foi tal, que segui minha sereia de água doce e escutei a tia lhe dizer horas depois para não ir a cidade ver o jogo, aproximei mais um pouco e quase fui descoberto… estava seguindo você pelo aroma do seu cheiro de rio e rosas, pensava em me aproximar e fazer amizade e então aconteceu a queda, eu não sou lobisomem mais não tenho dúvida de que você é uma fada sereia encantadora, só alguém como você poderia ter pés e mãos tão lindas. Fiquei totalmente bêbada/inebriada com aquelas palavras susurradas escutadas com a ajuda do vento e então ele se arrastou para cima e na altura das minha mãos começou a beijá-las, senti cócegas,pedi que fosse mais devagar e ele perguntou qual era a manicure que tinha feito as minhas unhas, disse que jamais fui em uma manicure, eu mesma faço as minhas unhas, gosto de francezinhas largas e de anéis de ouro com rubi e esmeralda, além do tradicional anel “amor de mãe” que as meninas usam na minha região. Neste momento ele retirou cada anel com a boca tive vertigens inesquecíveis, já havia namorado, mas geralmente os rapazes tentam avançar o sial na hora errada, este não, se contentava com pés e mão e ainda me fazia sentir arrepios e os meus olhos vertiam lágrimas de tanto prazer, ele deixava as lágrimas dele caírem nas minhas coxas era de tirar o fôlego sentir aquela água quentinha escorrer entre as pernas e depois lavar meu machucado no pé. Fiquei tão encantada que disse a ele que faria uma surpresa no final de semana, que ele fosse ao rio lá pelas dez horas da manhã de sábado. Ele ficou em pé e vi um molhado na altura da sua barguilha, entendi…, ele colocou o chapéu me pegou no colo e me carregou nos braços até em casa, sem dar uma palavra e sem nehum assanhamento, foi lindo, ninguém mais conseguiu me fazer sentir daquela forma.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: